10 outubro 2011

PASMEM! - INSS erra na digitação e aposentado é preso.


Após meses sem receber pagamento do INSS por erro, aposentado se exalta e é preso na Capital

Com uma ordem judicial em mãos, João Santana Silveira ficou irritado diante da demora na solução do problema.


    Um aposentado foi preso nesta segunda-feira por desacato após se envolver em uma confusão em uma agência do INSS em Porto Alegre.João Santana Silveira está há quase quatro meses sem receber pagamento devido a um erro de digitação, e recorreu à Justiça. Com uma ordem judicial em mãos desde a semana passada ele foi nesta manhã ao posto da Vila IAPI, zona norte da Capital, em busca de uma solução, mas não conseguiu resolver o problema.No local, ele foi informado que a supervisora não iria atendê-lo mais uma vez.


    Segundo a filha do aposentado, a médica Andresa Silveira Medeiros, o pai dela acabou se irritando com a demora e o descaso por parte do posto do INSS. O resultado foi a prisão de João Santana.— A supervisora nunca tem tempo para atendê-lo, e quando atendeu disse que não poderia fazer nada no momento, que ele teria que esperar. Eu acredito que ele esteja em depressão, e como familiar teria condições de ajudá-lo, mas como ele está acostumado a ter renda própria ficou envergonhado de pedir ajuda para nós — disse Andresa.




Segundo o INSS, o aposentado xingou e fez ameaças aos servidores, e por isso foi contido pelos seguranças. Depois ele foi detido pela Brigada Militar. Como se trata de um órgão federal, o caso foi encaminhado à Polícia Federal (PF). O aposentado foi levado à superintendência da instituição, na Avenida Ipiranga, para prestar depoimento e para registro de Termo Circunstanciado. De acordo com a PF ele vai responder pelo crime de desacato a servidor público federal.
— Ele é uma pessoa que está correndo atrás dos direitos dele e foi levado como um marginal num camburão — revoltou-se Andresa.

O INSS confirmou que houve um equívoco no pagamento do aposentado, inclusive o desconto de uma parcela indevida. O órgão informou que o ofício judicial chegou sexta-feira passada e que já foram feitos os ajustes necessários, porém há um prazo para que os pagamentos atrasados seja efetuados.

O Instituto informou que o aposentado vai receber uma parcela amanhã, outra na quinta feira e uma terceira na próxima segunda-feira.


Fonte: Cid Martins Rádio Gaúcha


Me digam, este país é hilário: mensalão,  bomba em caixa eletrônico, dinheiro na cueca, enfim...demoram anos pra absolver os culpados, a prova o Maluf se candidatando denovo. Mas um sujeito que trabalhou a vida toda pra receber sua mísera aposentadoria com um MANDATO JUDICAL NA MÃO ser preso no ATO e ainda responder por desacato é muita coisa...total inversão ÉTICA. Que Deus no acuda!

Sobre isso só tenho uma coisa a dizer:


Postar um comentário